José e Pilar

José e Pilar – Documentário do realizador Miguel Gonçalves Mendes

Sinopse

A Viagem do Elefante, o livro em que Saramago narra as aventuras e desventuras de um paquiderme transportado desde a corte de D. João III à do austríaco Arquiduque Maximiliano, é o ponto de partida para José e Pilar, filme de Miguel Gonçalves Mendes que retrata a relação entre José Saramago e Pilar del Río.

Mostra do dia-a-dia do casal em Lanzarote e Lisboa, na sua casa e em viagens de trabalho por todo o mundo, José e Pilar é um retrato surpreendente de um autor durante o seu processo de criação e da relação de um casal empenhado em mudar o mundo – ou, pelo menos, em torná-lo melhor.

José e Pilar revela um Saramago desconhecido, desfaz ideias feitas e prova que génio e simplicidade são compatíveis. José e Pilar é um olhar sobre a vida de um dos grandes criadores do século XX e a demonstração de que, como diz Saramago, “tudo pode ser contado doutra maneira”.

Ficha Técnica

TÍTULO: “José e Pilar”

GÉNERO: Longa-metragem documental

DURAÇÃO: 125’

SUPORTE: HDV 16×9

IDIOMA ORIGINAL: Português / Castelhano

PRODUÇÃO: JumpCut (Portugal)

CO-PRODUÇÃO: EL DESEO (Espanha) e O2 Filmes (Brasil)

PRODUTOR ASSOCIADO: Abel Ribeiro Chaves / OPTEC, Lda

TELEVISÕES ASSOCIADAS: SIC (Portugal), YLE (Finlândia), SVT (Suécia)

Equipa

REALIZAÇÃO: Miguel Gonçalves Mendes (Portugal)

DIREÇÃO DE FOTOGRAFIA: Daniel Neves (Portugal)

MONTAGEM: Cláudia Rita Oliveira (Portugal)

SOM:  Olivier Blanc, Adriana Bolito, Bárbara Álvarez Plá, Hugo Alves

MISTURA: Alessandro Laroca e Armando Torres Jr. (Brasil)

FOTOGRAFIA DE CENA: Susana Paiva (Portugal)

DIREÇÃO DE PRODUÇÃO: Ana Jordão/ Daniela Siragusa (Portugal)

http://www.joseepilar.com

 

 

 

O realizador

Miguel Gonçalves Mendes nasceu em Covilhã o 2 de setembro de 1978. É Licenciado em Cinema pela Escola Superior de Teatro e Cinema, frequentou também os cursos de Relações Internacionais (Universidade Técnica de Lisboa), História – variante Arqueologia (Universidade Nova de Lisboa).

Em 2002 fundou a JumpCut, produtora de teatro e cinema

Das várias distinções recebidas, destacam-se o prémio Migliore Opera Portoghese di Cultura e Tradizioni d’Europa 2003 por D.Nieves- curta-metragem documental sobre a Galiza e o Prémio Melhor Documentário Português no DocLisboa 2004 por Autografia – um retrato do poeta e pintor surrealista Mário Cesariny de Vasconcelos.

Em 2004 edita, em parceria com a Assírio & Alvim, o livro “Verso de Autografia”, complemento do documentário Autografia.

Dedicou quatro anos ao documentário José e Pilar, acompanhando o quotidiano do escritor e da jornalista desde 2006 até 2009, durante o processo de escrita e lançamento do romance Viagem do elefante. Foi o primeiro filme português em ser apresentado  na sessão de abertura do Doclisboa, no ano 2010.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: