José e Pilar

José e Pilar – Documentário do realizador Miguel Gonçalves Mendes

Sinopse

A Viagem do Elefante, o livro em que Saramago narra as aventuras e desventuras de um paquiderme transportado desde a corte de D. João III à do austríaco Arquiduque Maximiliano, é o ponto de partida para José e Pilar, filme de Miguel Gonçalves Mendes que retrata a relação entre José Saramago e Pilar del Río.

Mostra do dia-a-dia do casal em Lanzarote e Lisboa, na sua casa e em viagens de trabalho por todo o mundo, José e Pilar é um retrato surpreendente de um autor durante o seu processo de criação e da relação de um casal empenhado em mudar o mundo – ou, pelo menos, em torná-lo melhor.

José e Pilar revela um Saramago desconhecido, desfaz ideias feitas e prova que génio e simplicidade são compatíveis. José e Pilar é um olhar sobre a vida de um dos grandes criadores do século XX e a demonstração de que, como diz Saramago, “tudo pode ser contado doutra maneira”.

Ficha Técnica

TÍTULO: “José e Pilar”

GÉNERO: Longa-metragem documental

DURAÇÃO: 125’

SUPORTE: HDV 16×9

IDIOMA ORIGINAL: Português / Castelhano

PRODUÇÃO: JumpCut (Portugal)

CO-PRODUÇÃO: EL DESEO (Espanha) e O2 Filmes (Brasil)

PRODUTOR ASSOCIADO: Abel Ribeiro Chaves / OPTEC, Lda

TELEVISÕES ASSOCIADAS: SIC (Portugal), YLE (Finlândia), SVT (Suécia)

Equipa

REALIZAÇÃO: Miguel Gonçalves Mendes (Portugal)

DIREÇÃO DE FOTOGRAFIA: Daniel Neves (Portugal)

MONTAGEM: Cláudia Rita Oliveira (Portugal)

SOM:  Olivier Blanc, Adriana Bolito, Bárbara Álvarez Plá, Hugo Alves

MISTURA: Alessandro Laroca e Armando Torres Jr. (Brasil)

FOTOGRAFIA DE CENA: Susana Paiva (Portugal)

DIREÇÃO DE PRODUÇÃO: Ana Jordão/ Daniela Siragusa (Portugal)

http://www.joseepilar.com

 

 

 

O realizador

Miguel Gonçalves Mendes nasceu em Covilhã o 2 de setembro de 1978. É Licenciado em Cinema pela Escola Superior de Teatro e Cinema, frequentou também os cursos de Relações Internacionais (Universidade Técnica de Lisboa), História – variante Arqueologia (Universidade Nova de Lisboa).

Em 2002 fundou a JumpCut, produtora de teatro e cinema

Das várias distinções recebidas, destacam-se o prémio Migliore Opera Portoghese di Cultura e Tradizioni d’Europa 2003 por D.Nieves- curta-metragem documental sobre a Galiza e o Prémio Melhor Documentário Português no DocLisboa 2004 por Autografia – um retrato do poeta e pintor surrealista Mário Cesariny de Vasconcelos.

Em 2004 edita, em parceria com a Assírio & Alvim, o livro “Verso de Autografia”, complemento do documentário Autografia.

Dedicou quatro anos ao documentário José e Pilar, acompanhando o quotidiano do escritor e da jornalista desde 2006 até 2009, durante o processo de escrita e lançamento do romance Viagem do elefante. Foi o primeiro filme português em ser apresentado  na sessão de abertura do Doclisboa, no ano 2010.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: